Agradeço a jesus cristo pela graça alcançada

0 Fla­res Twit­ter 0 Face­bo­ok 0 Goo­gle+ 0 Pin It Sha­re 0 0 Fla­res ×

O nde quer que ande­mos pela cida­de de S.Paulo depa­ra­mo-nos com inú­me­ros car­ta­zes, fai­xas e letrei­ros pen­du­ra­dos nas facha­das das casas e nos pos­tes com a seguin­te ins­cri­ção: “AGRADEÇO A SANTO EXPEDITO PELA GRAÇA ALCANÇADA”. Fiquei curi­o­so: quem seria esse homem que está resol­ven­do o pro­ble­ma de tan­ta gen­te?

Resol­vi pro­cu­rar na Bíblia para ver se apa­re­cia o seu nome, se ele tinha anda­do com Cris­to ou com Pau­lo. Quem sabe ele fos­se um dos dis­cí­pu­los? Minha bus­ca deu em nada: não apa­re­ce Expe­di­to na Bíblia. Fui pes­qui­sar então na His­tó­ria e final­men­te achei o homem: ele foi coman­dan­te de uma legião roma­na, con­ver­teu-se ao cris­ti­a­nis­mo e mor­reu mar­ti­ri­za­do no ano 303 de nos­sa era. Diz a his­tó­ria que no momen­to de sua con­ver­são apa­re­ceu um cor­vo (sim­bo­li­zan­do o mal) que lhe falou: “Cráss” que sig­ni­fi­ca “ama­nhã” em latim. O cor­vo que­ria que ele dei­xas­se a con­ver­são para outro dia. Ele não acei­tou e esma­gou o cor­vo com o pé direi­to, afir­man­do “hodie” (que sig­ni­fi­ca hoje). “Não vou dei­xar nada para ama­nhã”. Ficou conhe­ci­do, então, como o san­to que resol­ve as coi­sas com rapi­dez.

Con­ti­nu­ei pes­qui­san­do para ver quan­do foi sua res­sur­rei­ção, mas não há men­ção des­se fato. Ora, se não res­sus­ci­tou como Jesus sig­ni­fi­ca então que ele está no Paraí­so, aguar­dan­do o Dia do Juí­zo, jun­to com o ladrão da cruz, jun­to com Pedro, Bar­na­bé, Tia­go, e todos os mais que mor­re­ram em Cris­to. Eu até creio que após sua con­ver­são Expe­di­to tenha se tor­na­do um homem bom e jus­to. Mas ago­ra se encon­tra impos­si­bi­li­ta­do de ouvir e aten­der as pre­ces de quem quer que seja, pois onde está não há pos­si­bi­li­da­de de con­ta­to.

Outro dia rece­bi um e-mail ensi­nan­do-me a pedir as coi­sas para ele. Ao final dizia para reme­ter a mes­ma men­sa­gem para mais 15 pes­so­as e não que­brar a cor­ren­te. Como eu acho que quem já mor­reu mere­ce des­can­so, ao invés de man­dar aque­la men­sa­gem invo­can­do o nome do san­to, eu escre­vi uma outra que pas­sei adi­an­te e dizia assim:

AGRADEÇO A JESUS PELA GRAÇA ALCANÇADA, POIS

…é Jesus que aten­de às cau­sas impos­sí­veis (“Por­que sem Mim, nada podeis fazer — João 15.5);

…é Jesus que se ale­gra quan­do pedi­mos as coi­sas ape­nas em Seu Nome (“E tudo o que pedir­des em meu Nome, eu o farei” — João 14.13)

…é Jesus o úni­co “inter­me­diá­rio” entre Deus e os homens (“Por­que há um só Medi­a­dor entre Deus e os homens, Cris­to Jesus — 1Timóteo 1.5)

…é Jesus o úni­co com poder para inter­ce­der por nós (“Cris­to Jesus está à direi­ta de Deus e inter­ce­de por nós” — Roma­nos 8.34)

…é a Jesus quem Maria recor­reu quan­do aca­bou o vinho na fes­ta de casa­men­to e dis­se: “façam tudo o que Ele vos dis­ser” — João 2.5

Se a Bíblia é tão cla­ra para nos ensi­nar que não há em nenhum outro nome no céu ou na Ter­ra que deve­mos pedir, por­que será então que insis­tem tan­to em colo­car outros nomes?

Pr. Daniel Rocha

Pr. Dani­el Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *