Superabundante graça

0 Fla­res Twit­ter 0 Face­bo­ok 0 Goo­gle+ 0 Pin It Sha­re 0 0 Fla­res ×

Somos filhos da gra­ça divi­na sem par, / fru­tos do amor que nos veio alcan­çar. / Gra­ça que livra da mor­te e peca­do, / por ela nós somos recon­ci­li­a­dos. /Superabundante gra­ça! / Somos filhos da gra­ça, de Cris­to Jesus, / tira­dos das tre­vas para o rei­no da luz. / Assim somos san­tos, jus­ti­fi­ca­dos, / e um dia sere­mos glo­ri­fi­ca­dos.”

O músi­co cris­tão Asaph Bor­ba sin­te­ti­zou poe­ti­ca­men­te, nes­sa cur­ta, mas pro­fun­da can­ção, a ampli­tu­de da gra­ça de Deus. A can­ção está base­a­da prin­ci­pal­men­te no tex­to bíbli­co de
Roma­nos 5.20: “Sobre­veio a lei para que avul­tas­se a ofen­sa; mas onde abun­dou o peca­do, supe­ra­bun­dou a gra­ça”.

À luz das Escri­tu­ras, Asaph des­ta­ca que somos filhos da gra­ça, a vida que temos é con­ce­di­da pela gra­ça de Deus e Ele é o autor da todas as coi­sas. Por isso somos fru­to da Sua boa von­ta­de e do Seu amor.

Essa mes­ma gra­ça nos alcan­ça onde e como esti­ver­mos, não impor­tan­do se faze­mos ou não par­te de uma igre­ja. Pode­mos até não crer na exis­tên­cia de Deus, mas isso não alte­ra o fato de que Deus nos ama. É por con­ta des­se amor incon­di­ci­o­nal e incom­pa­rá­vel que pode­mos crer que a gra­ça de Deus nos livra da mor­te. Pela obra gra­ci­o­sa de Deus em Cris­to Jesus, fomos pre­sen­te­a­dos com a vida eter­na. A mor­te já não pode mais sub­ju­gar os filhos e filhas de Deus. Uma vez sal­vos, tam­bém somos per­do­a­dos e, por meio des­se per­dão, alcan­ça­mos a recon­ci­li­a­ção com o Pai e vol­ta­mos a ser um com Ele.

Essa obra gran­di­o­sa e mara­vi­lho­sa é de méri­to exclu­si­vo de Cris­to Jesus. Ele é a expres­são con­cre­ta do amor e da gra­ça de Deus por toda a Cri­a­ção. Ao enten­der­mos e pas­sar­mos a crer nes­sa gra­ça, nos­sa vida sofre uma mudan­ça radi­cal, pois somo trans­por­ta­dos do rei­no das tre­vas para o rei­no da luz. Nos­sos valo­res, visão, sen­ti­men­tos e rea­li­da­de são trans­for­ma­dos pela gra­ça de Deus. Enquan­to vive­mos sem a cons­ci­ên­cia des­sa gra­ça, esta­mos pre­sos a um rei­no de tre­vas, um rei­no des-gra­ça­do. Mas, quan­do reco­nhe­ce­mos que Jesus é nos­so senhor e sal­va­dor, nos­sa vida é ilu­mi­na­da pela gra­ça de Deus.

Não sei se é do conhe­ci­men­to de todos(as), mas o can­tor Asaph Bor­ba foi meto­dis­ta duran­te mui­to tem­po e cer­ta­men­te em suas can­ções há influên­cia da visão wes­leya­na do rei­no de Deus. Não há nada mais meto­dis­ta do que dizer ou can­tar que cre­mos na jus­ti­fi­ca­ção, na san­ti­fi­ca­ção e na glo­ri­fi­ca­ção. Assim nós cre­mos e deve­mos can­tar que Jesus nos jus­ti­fi­ca, que o Espí­ri­to San­to nos san­ti­fi­ca e que um dia na gló­ria esta­re­mos com o Pai.

Can­te­mos pois, com ale­gria e con­vic­ção, que a supe­ra­bun­dan­te gra­ça de Deus nos alcan­çou!

Pr Tiago Valentim

Com cari­nho e esti­ma pas­to­ral,
Pr. Tia­go Valen­tin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *