Só Jesus salva

0 Fla­res Twit­ter 0 Face­bo­ok 0 Goo­gle+ 0 Pin It Sha­re 0 0 Fla­res ×

Res­pon­deu-lhe Jesus: Eu sou o cami­nho, e a ver­da­de, e a vida; nin­guém vem ao Pai senão por mim.” (Jo. 14.6)

A afir­ma­ti­va que ser­ve de títu­lo para esta bre­ve pas­to­ral pode ser rotu­la­da por alguns de abso­lu­tis­ta, ou até de fun­da­men­ta­lis­ta. Mas ela é o fun­da­men­to da fé cris­tã, que afir­ma ser Jesus o nos­so úni­co e sufi­ci­en­te sal­va­dor, e nem antes, nem depois Dele have­rá outro. Vol­ta e meia ouvi­mos a expres­são “todos os cami­nhos levam a Deus”. Essa é uma meia ver­da­de. Deus real­men­te está em todos os cami­nhos – afi­nal, Ele está em todos os luga­res. Mas há um úni­co cami­nho que nos leva a Ele: Jesus.

Pre­ci­sa­mos ter mais zelo e dar mais valor àqui­lo que é a nos­sa base de fé e prá­ti­ca. Jesus é cate­gó­ri­co ao afir­mar para Tomé, na pas­sa­gem do evan­ge­lho de João, que ele é o caminho=meio e que, pela verdade=Palavra, temos aces­so ao Pai que nos dá a vida=Vida Eter­na. Mui­tas vezes vemos as ins­ti­tui­ções, a reli­gião e até as pes­so­as que­ren­do cri­ar sua pró­pria ver­da­de e ser o cami­nho da sal­va­ção.

Fora a incor­rên­cia em gra­ve erro dou­tri­ná­rio nes­sa ati­tu­de de se colo­car no lugar de Jesus como medi­a­dor entre nós e Deus, sem­pre fal­ta­rá àque­les que que­rem tomar o lugar de Cris­to algo inex­pli­cá­vel, inson­dá­vel e intan­gí­vel, que é a Gra­ça de Deus. A ten­dên­cia das pes­so­as e das ins­ti­tui­ções é buro­cra­ti­zar e limi­tar o aces­so gra­tui­to a Deus, aces­so esse pago por um pre­ço que nada nem nin­guém seria capaz de ofe­re­cer – e por isso a sal­va­ção é de gra­ça.

Os crí­ti­cos reli­gi­o­sos podem até dizer que esse pen­sa­men­to é base­a­do num sis­te­ma exclu­si­vis­ta. Con­tu­do, não há nada mais inclu­si­vo do que a Gra­ça de Deus: “Por­que Deus amou ao mun­do de tal manei­ra que deu o Seu Filho uni­gê­ni­to, para que todo o que nele crê não pere­ça, mas tenha a vida eter­na” (Jo. 3.16). Cer­ta­men­te, tama­nho amor é exclu­si­vo de Deus; não há regis­tro na his­tó­ria da huma­ni­da­de de nenhu­ma divin­da­de ou pes­soa huma­na que tenha demons­tra­do amor tão gran­de.

Pode­mos e pre­ci­sa­mos afir­mar, com toda con­vic­ção, que só Jesus sal­va, pois ele é o úni­co que nos con­fe­re aces­so ao Pai. Não temos méri­to nenhum por essa dádi­va e tam­pou­co depen­de­mos de nor­mas ou ritu­ais para ser­mos sal­vos. “O homem é jus­ti­fi­ca­do pela fé” (Rm. 3.28); a nós só nos cabe crer nes­sa Gra­ça mara­vi­lho­sa que vem de Deus.

Que pos­sa­mos tes­te­mu­nhar e anun­ci­ar a mara­vi­lho­sa men­sa­gem liber­ta­do­ra de que, por amor a todos nós, Cris­to se entre­gou gra­tui­ta­men­te para que, medi­an­te a Gra­ça, pudés­se­mos nos recon­ci­li­ar com o Pai e ser­mos um com Ele. Que Deus assim nos aben­çoe e nos agra­cie sem­pre!

Pr Tiago Valentim

Na Gra­ça e no Amor de Cris­to,
Rev. Tia­go Valen­tin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *