É tempo de agradecer

0 Fla­res Twit­ter 0 Face­bo­ok 0 Goo­gle+ 0 0 Fla­res ×

Por­que um meni­no nos nas­ceu, um filho nos foi dado; ele rece­beu o poder sobre seus ombros, e lhe foi dado este nome: Con­se­lhei­ro-mara­vi­lho­so, Deus-for­te, Pai-eter­no e Prín­ci­pe-da-paz” (Is 9:5 – Bíblia de Jeru­sa­lém).

Mais um fim de ano se apro­xi­ma e com ele a satis­fa­ção de des­fru­tar­mos de pro­je­tos alcan­ça­dos e a espe­ran­ça de que dias melho­res virão com a che­ga­da de um novo ano. Tem­po de refle­tir­mos sobre o que pas­sou e o que virá, fazen­do um “balan­ço” das nos­sas ações e de como agi­mos, onde erra­mos e onde acer­ta­mos. É tem­po tam­bém de pro­mes­sas: “Ano que vem eu vou con­se­guir fazer a minha die­ta, vou ema­gre­cer”. Ou então: “Des­te ano não pas­sa, eu serei menos estres­sa­do”. Enfim, pro­mes­sas…

Deus tam­bém nos fez pro­mes­sas. Ele nos dis­se, por meio de Seu filho, que esta­ria conos­co todos os dias até a con­su­ma­ção dos sécu­los (Mt 28:20). Então, o nos­so fim de ano e o nos­so ano novo têm um sabor mais do que espe­ci­al, ale­luia!

O tex­to do pro­fe­ta Isaías diz que Ele é Mara­vi­lho­so-con­se­lhei­ro; ou seja, as ori­en­ta­ções que Ele nos dá são total­men­te dig­nas de con­fi­an­ça e extre­ma­men­te sur­pre­en­den­tes: “Eu é que sei os pla­nos que tenho para vós, pla­nos de paz” (Jr 29:11). O tex­to tam­bém diz que Ele é Deus-for­te, é o nos­so cam­peão, que nos aju­da nas fra­que­zas e limi­ta­ções, fazen­do-nos mais que ven­ce­do­res: “No mun­do tereis afli­ções. Mas ten­de bom âni­mo! Eu ven­ci o mun­do” (Jo 16:33). É nos­so Pai-eter­no, não somos órfãos: “Não vos dei­xa­rei órfãos, vol­ta­rei para vós outros” (Jo 14:18). E ain­da pro­mo­ve a paz: “Dei­xo-vos a minha paz” (Jo 14:27). Gra­ças sejam dadas a Ele eter­na­men­te!

É mara­vi­lho­so poder­mos con­tar com um Deus sem­pre pre­sen­te, sem­pre pron­to a nos aten­der. Que a doce pre­sen­ça do Espí­ri­to San­to em nós nos per­mi­ta enxer­gar o cui­da­do do Pai em cada momen­to do ano que pas­sou, mes­mo nos sonhos que não se rea­li­za­ram ou nas per­das. Ele este­ve ao nos­so lado! Que tenha­mos cora­ções gra­tos pela gra­ça ime­re­ci­da, pela famí­lia uni­da refle­tin­do a gló­ria de Cris­to, pela igre­ja em que con­gre­ga­mos, ambi­en­te no qual somos for­ta­le­ci­dos pela pala­vra e pela comu­nhão dos irmãos. Ren­da­mos gra­ças pelos pas­to­res que cui­dam de nós. Que seja­mos gra­tos tam­bém pelo pão que nos ali­men­ta e nun­ca fal­ta, pela saú­de e pela inte­gri­da­de físi­ca e espi­ri­tu­al. Agra­de­ça­mos tam­bém pelos ami­gos que temos que tor­nam nos­sa cami­nha­da mais agra­dá­vel e sem os quais seria menos diver­ti­da.

Como bons cris­tãos que somos, não deve­mos espe­rar que o “espí­ri­to do Natal” nos sen­si­bi­li­ze para a prá­ti­ca de boas ações. É pre­ci­so com­par­ti­lhar o dom da vida que exis­te em nós. Enquan­to o mun­do espe­ra a che­ga­da do Natal para agir bene­fi­ca­men­te em favor do pró­xi­mo, nós temos a opor­tu­ni­da­de de nos adi­an­tar­mos em pro­pa­gar a melhor notí­cia de todos os tem­pos: Jesus nas­ceu não somen­te há dois mil anos, mas em nos­sos cora­ções des­de o dia em que O rece­be­mos como Senhor e Sal­va­dor de nos­sas vidas. Somos por­ta­do­res do mai­or mila­gre: a vida de Deus!

Que os nos­sos cora­ções trans­bor­dem de gra­ti­dão a Deus por fazer par­te de sua mesa, por Ele nos rece­ber e nos con­ce­der o Seu per­dão sem­pre e ain­da pelo pri­vi­lé­gio de ser­mos Seus filhos e filhas.

E em nome da Con­gre­ga­ção Meto­dis­ta em San­ta­na de Par­naí­ba, que­ro expres­sar minha gra­ti­dão à nos­sa igre­ja-mãe – Ita­be­ra­ba. Mui­to obri­ga­do pelo apoio e pelas ora­ções!

É tem­po de agra­de­cer.

No amor de Cris­to,
Semi­na­ris­ta Edmil­son Oli­vei­ra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *